CORAGEM

Então que venha a solidão
E o desprezo.
Que seja assim se não pode
Ser de outra forma.
Pois estou cansado de
clamar por segurança
(Por amor seguro).
Afinal, se existe dor,
Que eu a conheça.
Que eu sinta seu efeito
Na vasta madrugada úmida.
Ou sob o sol de meio-dia.
Tanto faz.
Dor é sempre a mesma.
Imagino.

FERNANDO CHILE
(Poesia Pouca...)