POEMA TORTO

A Antônio Olívio Ramos
(in memoriam)


O Universo me roubou um verso
Em carne e osso manifesto.
Feito de passos tímidos,
De olhar incerto,
De leves gestos.

O Universo me roubou um verso,
Não sei a que horas da madrugada.
E a poesia, feita de suor e lágrimas,
Amanheceu assim:
Vazia, disforme, mutilada.

 

Jocadeoliveira.comę 2006 All Rights Reserved.